SER CRIANÇA É SER FELIZ!

SER CRIANÇA É SER FELIZ!
LER PARA APRENDER

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Dona Chica e o gato Nicolau - conto infantil de Drizya Alves

Uma nova versão da cantiga " Atirei o pau no gato" é proposta no conto abaixo. Em respeito aos animais, essa historinha infantil traz uma visão diferente da antiga e mostra  que o gato é um bichinho que merece ser bem tratado assim como todos os animais, também ensina que atirar o pau no gato não é uma coisa legal!!!

Dona Chica tinha um gato
chamado Nicolau
Era um gato tão levado
Que ficou preso no varal


Dona Chica havia colocado
a roupa para secar
Ficou tão furiosa, que um
pau no gato pensou em jogar.

Mas se lembrou que Nicolau
não podia ver um pau
ficava assustado
e fugia do quintal

Dona Chica gostava do gato
que era de estimação
logo tirou ele do varal
e  o colocou no chão

Dona Chica arrependida
passou a mão no bichinho
tratou bem Nicolau e lhe
deu muito carinho

Pegou um prato de leite
Para o gato Nicolau
Que bebeu tudo de uma vez
e quase passou mal
mas logo saiu berrando
miau, miau, miau


Não atire o pau no gato-to-to,
para  o gato-to-to, não morrer, rer, rer.
Dona Chica,ca,ca,arrependeu -se,se
e nunca mais, nunca mais
quis ofender

O GATO!



terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Livros disponíveis para o público infantil


A DIETA DA MINHOCA LODOCA    PAPO DE GALO MANDÃO Um menino chamado JESUS  Jaciara

A DIETA DA MINHOCA LODOCA
Esta é a história de uma Minhoca que comia sem parar. Ficou fora de forma e acabou precisando da ajuda de um grande amigo, o Tatu. Dentro uma perspectiva bem infantil, este livro mostra a necessidade da reeducação alimentar. Além de abordar o tema alimentação, a história mostra também a importância de ter amigo e ser amigo de alguém.
PÚBLICO ALVO - infantil de 04 a 07 anos
Palavras-chave: alimentacão, amizade, dieta, sedentarismo


PAPO DE GALO MANDÃO

Essa história fala sobre um galo mandão e mal educado. Ele arruma a maior confusão querendo mandar no galinheiro. As galinhas, coitadas, sofrem com o canto do mandão. Ele canta o dia inteiro só para por ordem no galinheiro.
Um conto muito engraçado que diverte a criançada. Será que esse galo vai mandar mesmo no galinheiro? E as galinhas vão deixar?
Descubra o final dessa deliciosa história infantil. Boa leitura!
PÚBLICO ALVO -  infantil de 08 a 11 anos
Palavras-chave: autoritarismo, confusão, galinha, galo, poesia


UM MENINO CHAMADO JESUS

Essa é a história de um menino chamado Jesus. Ele tinha um quintal enorme e fabricava bonecos de barro para brincar. Mas os bonecos um dia criaram vida e começaram a se rebelar contra o próprio criador. Dentro de uma visão bem infantil, essa história passa uma lição de vida para adultos e crianças. Os bonecos de barro representam os seres humanos e o menino representa a verdadeira figura de JESUS. Um livro voltado para a religiosidade e para as verdades da vida.
PÚBLICO ALVO - infantil de 08 a 10 anos
Palavras-chave: amor, ensinamento, jesus, natal, religião

JACIARA - A MENINA ENCANTADA
Uma menina peralta que deixa a mãe de " cabelo em pé".
Este livro de literatura infantil permite um trabalho intertextual, pois interagi com várias outras histórias infantis ( Branca de Neve, Rapunzel, Cinderela e outros).
No final traz um acróstico muito legal. Isso também poderá ser trabalhado com alunos em sala de aula.
A abordagem principal deste trabalho está no relacionamento familiar, o que fará com que as crianças se identifiquem com a Jaciara.
PUBLICO ALVO: Infantil, de 04 a 08 anos.
Palavras-chave: familiar, intertextual, princesa, relacionamento, trabalho


DISPONÍVEIS PARA COMPRA EM:

CLUBE DE AUTORES E AGBOOK

A CARTA MISTERIOSA

Cover_front_medium

Esse livro conta uma aventura vivida por um menino curioso. Ele encontra uma carta sem destinatário e toma posse dela; diante da leitura secreta, vê a possibilidade de ter todos os seus desejos realizados e sai em busca dos seus sonhos, porém quando percebe que se trata de uma armadilha, já é tarde demais! E agora? Uma aventura cheia de mistério e surpresas para encantar você, querido leitor!
Palavras-chave: aventura, carta, menino, mistério, monstro, segredo

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 20 

Edição: 1(2016) 

Formato: Quadrado 200x200 

Acabamento: Brochura s/ orelha 

Tipo de papel: Offset 75g

Sobre o autor

DRIZYA ALVES de Minas Gerais/Betim.

Você poderá encontrar este e outros livros desta autora em:

www.clubedeautores.com.br
www.agbook.com.br

Valorize os autores nacionais!


domingo, 13 de setembro de 2015

Chá Poético das Virtudes

Que tal fazer um chá das virtudes poético, hein!


Vamos trazer de volta os valores morais e incentivar as crianças a praticá-los. Infelizmente, os pequenos estão cada vez mais dependentes dos professores. Sabemos que a maioria dos pais trabalham e as crianças estão cada vez mais distantes de receber uma educação consciente de seus pais. Não é papel da escola, mas é papel do ser humano, pois a humanidade está cada vez mais violenta, fria e necessitando de amor, paz, serenidade, domínio próprio, solidariedade e tantos outros valores que precisam ser cultivados. Apoie e faça sua parte!

Você poderá trabalhar este projeto em uma semana. É importante que toda a escola participe.  No primeiro dia ,prepare um momento para trabalhar a definição de cada valor.  Leve os alunos à reflexão. Trabalhe os frutos do espírito citados na bíblia. No segundo dia, construa a árvore das virtudes com os alunos.  No terceiro dia, conte a história da Árvore Generosa , explore a história e fale sobre o materialismo, consumismo, e principalmente o amor incondicional da árvore. Elabore questões para que os alunos possam interpretar.  No quarto dia, proponha a construção de poesias que falem sobre o amor, a paz, a alegria, o temperamento e etc. Caso os alunos sejam muito pequenos, peça o apoio dos pais. Desta forma, eles participarão e entenderão a proposta do trabalho. No quinto dia, declame poesias com os temas das virtudes. No sexto dia, escolha as melhores poesias para serem declamadas e faça a culminância. Faça um chá gostoso para os participantes adultos e também sucos para as crianças, pois elas não gostam muito de chá. Prepare algo para acompanhar o suco, pode ser um bolo, biscoitos etc. 

Esse trabalho é maravilhoso! Além de incentivar a leitura, irá sensibilizar as crianças e fazê-las perceber que o mundo é melhor, se as pessoas forem melhores...

BOM TRABALHO!

sexta-feira, 19 de junho de 2015

QUANDO O LOBO TEM FOME


QUANDO O LOBO TEM FOME

LITERATURA INFANTIL
" Apenas uma dica para quem gosta de contar histórias. Eu acredito que a educação ainda é o caminho para transformação do nosso país. A  interação, a afetividade e o simples ato de acolher pode mudar a vida de uma criança."

Essa é a história de um lobo que queria comer um coelhinho urbano, ele queria comer um coelho de pelo macio e decidiu ir ao encontro do bichinho que morava no 5º andar de um prédio em uma  grande cidade. A cada tentativa uma surpresa acontecia e impedia o lobo de chegar até o coelho. Até que apareceu uma personagem que mudou  completamente o rumo da história.

Quando li a história pela primeira vez, achei que não iria fazer tanto sucesso. Mas as crianças gostaram e sempre pedem o livro para levarem para casa. 

Comecei contando para as crianças que o lobo era bonitão, elegante e bem diferente do lobo mal que eles imaginavam. Além disso, o lobo era discreto e pretendia comer um coelhinho que também não era tão comum assim. Falei que no final iria haver uma surpresa e iria acontecer algo bem diferente do final  das histórias sobre lobos maus. Os pequenos ficaram na expectativa e ficaram ansiosos por conhecer a história. 
Convidei um menino para fazer o papel de lobo, escolhi o maior que havia na roda e depois escolhi o menor para fazer o papel do coelhinho. As outras crianças iam participando à medida que apareciam outros personagens. A cada cena retratada no livro, uma encenação. A história foi ficando interessante e no final todos estavam envolvidos, principalmente na hora que apareceu a loba. Enquanto narradora, criei, inventei, na verdade, aproveitei o que o narrador já havia escrito e complementei para dar um charme a mais no conto. Foi um sucesso! Vou ter que comprar mais livros, pois as crianças não param de procurar por ele.

Seja um contador de histórias, além de mudar a sua vida, você ira mudar a vida de muitas crianças...
Você pode contar para os filhos, sobrinhos, amigos, vizinhos, e até para os idosos que também gostam de ouvir belas histórias infantis. O amor é a medida certa para todas as coisas.

Drizya Alves

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Poema infantil - LETRINHAS MALUCAS

LETRINHAS MALUCAS
Resultado de imagem para desenho de letras infantil
DRIZYA  ALVES    

São tantas letras na escola
que quase não consigo aprender
o G parece com o J
o F se parece com o V.

Não sei quando é M
ou quando é N,
pois muito parecidas são,
por causa de uma perninha
eu crio a maior confusão.

O P e B é encrenca na certa
no lugar de um, coloco o outro e
a as palavras não ficam corretas.

Com o G, escrevo gilo?!!
Com o J, escrevo jibi?!!

Ou com o G, escrevo gibi e
com o J escrevo jilo?!!

Minha cabeça deu  um nó!
O G e o J me deixam tão confuso
que o caso é de fazer dó!

Com a Vaca eu corto o pão?
NÃO, NÃO, NÃO
Da  Faca eu tiro o leite?
NÃO, NÃO, NÃO

Essas letrinhas malucas
com os sons bem parecidos
me fazem errar tudo e
ficar bem confundido.